Não finjam que seu filho é Cristão quando o comportamento dele não demonstra isso!

Ainda me lembro quando uma conhecida me perguntou o que eu achava do curso de medicina; a filha dela tinha cerca de 18 anos, terminando o ensino médio e, segundo a mãe, ela era “muito influenciável”.

O discurso dessa mãe foi mais ou menos assim:
– Minha filha quer fazer medicina, mas acho que é uma faculdade muito pesada! Dizem que tem muitas festas, muitas doutrinações e influências contra a igreja; ela sempre é bem influenciada por essas “modinhas”; uma hora é fitness, outra hora virou hippie, outra hora vegana…tenho medo dessa faculdade vai “fazer mal” pra fé dela e ela acabar saindo da igreja. Você acha que eu deveria orienta-la a não fazer Medicina?

Como foi difícil responder! Todas as alegações dessa mãe sobre a faculdade de Medicina era verdade – penso até ser comum em qualquer faculdade – mas a questão não era a faculdade!

Mãe, a questão é a sua filha! Estamos discutindo sobre a Fé da sua filha!

Queridos pais, se
– a causa de seu filho estar na igreja é você,
– se ele não mostra indícios de conversão verdadeira,
– se não tem vida devocional espontânea e compromisso com Deus e sua Palavra,
– se o testemunho dele nas redes sociais é questionável (fotos exibindo o corpo, com roupas sensuais),
– não lembra nada do último sermão pregado,
– não permite que você olhe o seu celular,
– não te respeita como pai, ou não respeita os líderes da igreja (pastor, presbíteros, diáconos, professores, irmãos mais velhos).
– inventa qualquer desculpa pra não ir ao culto, mas está sempre disponível aos amigos.
– se você como pai tem que se esforçar pra encontrar interesses, em igreja verdadeiramente bíblica, pra que seu filho fique interessado (ex: colocar ele pra organizar algo, fazer parte de algum grupo de louvor).
– se tudo o que ele fizer for motivado pela auto-glorificação.
– se ele passeia com os amigos espontaneamente, mas se em sua doença ele também não vai à igreja…

Seu filho está perigosamente se enganando (ou te enganando) – ele não é cristão! Não se engane!

A boa notícia é que Deus colocou seu filho na sua família! Ele ama o seu filho e deu a ele a oportunidade de ouvir do Evangelho de quem mais o ama! Você!

Você, querido pai cristão, tem de se preocupar mais em confrontar o falso cristianismo do seu filho do que manter a falsa aparência cristã. Deus não se engana, sabe quem é da família dEle!

Pregue o evangelho a seu filho
Ore com ele
Ore por ele
Estude a Bíblia com ele
Viva você o evangelho dia a dia.
Assuma seus erros – para seu filho inclusive – peça perdão a seu filho e a Deus.
Priorize uma vida pessoal de compromisso com Deus! Seu filho absorve mais do que vê do que do ouve!

Você não vai conseguir convertê-lo – esse não é o seu papel – mas não o trate como convertido!
Ele é seu campo missionário! Dedique-se a ele!
Mas dedique-se mais intensamente a ELE, Cristo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *